Museus Praça São Marcos Veneza - Reservas on-line de bilhetes, visitas guiadas e visitas privadas


Palácio Ducal

Bilhetes incluem entrada para o Museu Correr, Museu Arqueólogico e Biblioteca Marciana

Um pouco da história do Palácio Ducal

O Palácio Ducal foi construído provavelmente entre os séculos X e XI, sobre a base de um núcleo central fortificado. Este núcleo era composto por um corpo central com torres angulares que formam uma obra-prima do gótico veneziano. No século XII foi efetuada a primeira restauração com o Doge Sebastiano Ziani que transformou a fortaleza em um elegante palácio. Posteriormente, em 1200 foi realizada uma nova ampliação.

Entre 1339 e 1342 durante o reinado de Bartolomeo Gradenigo, o edifício começou a assumir sua forma atual. Em 1424, o Doge Francisco Foscari estendeu o edifício até chegar à lateral da Basílica de São Marcos. Em 1442, os arquitetos Giovanni Bon e Bartolomeo Bon della Porta adicionaram a "Porta della Carta". O interior abriga os Apartamentos Ducais, e foi construído pelo arquiteto Antonio Rizzo após o incêndio de 1483. Durante todo o século XVI, ocorreram vários incêndios devastadores, alternados com renovações e embelezamentos, como a Escadaria dos Gigantes e a criação de seu principal tesouro: a Crucificação de Tintoretto, pintada para substituir um mural danificado pelo fogo.

No início do século XVII, o arquiteto Antonio Contin, acrescentou as Prisões Novas, mais adiante no canal, e as conectou ao palácio com a Ponte dos Suspiros, por onde atravessavam os presos a caminho das novas prisões. Em 1797, após a caída da República de Veneza, o edifico foi adaptado para abrigar escritórios administrativos. A prisão, chamada de Chumbo devido ao revestimento do telhado, manteve a sua antiga função. Após o anexamente de Veneza ao Reino da Itália, o edifício sofreu várias reestruturações, até 1923, quando foi transformado em um dos museus mais importantes de Veneza.

O que é o Palácio Ducal atualmente?

Quando o Palácio Ducal foi construído, tinha um projeto semelhante ao de um castelo, com torres nas esquinas, e encontrava-se em uma posição estratégica com acesso ao mar. Com o passar do tempo, reestruturações e incêndios, este majestoso edifício se tornou o que conhecemos hoje. Lembre-se que deste edifício, 120 doges discutiram o destino da cidade de Veneza por quase mil anos.

Atualmente, o Palácio Ducal é um museu que contém exposições de grande interesse histórico e é aberto ao publico, oferecendo diversos itinerários, entre eles os "Itinerários Secretos do Palácio Ducal" e "Os Tesouros Escondidos do Doge".

O Palácio Ducal oferece uma experiência extraordinária para todos que estiverem interessadas na história da cidade da lagoa e no projeto do interior do edifício.

Curiosidades sobre o Palácio Ducal

Você sabia que as cores do Palácio Ducal mudam de acordo com a hora do dia graças à luz? O Palácio Ducal adquire uma delicada tonalidade rosa, preservando um branco rosado nas fachadas góticas simétricas.

Você sabia que no Palácio Ducal está a "Bocca di Leone" um tipo de caixa postal com o semblante de um leão? Antigamente, as atividades ilegais de cidadãos venezianos podiam ser denunciadas colocando uma carta de reclamação nesta caixa postal.

Sabia que a visita ao Palácio Ducal termina na cadeia? Esta cadeia corresponde aos calabouços e poços do Palácio Ducal. A sua aparência é decididamente inóspita e foi daqui que o famoso prisioneiro Casanova fugiu em 1756, como ele mesmo conta nas suas memórias.

Por que visitar o Palácio Ducal?

A fachada do Palácio Ducal é considera uma obra-prima do estilo gótico. O seu interior é elegante graças ao mármore de Verona colocado em arcos de pedra sustentados por colunas com capitéis e magníficas esculturas nos cantos. A entrada principal do Palácio Ducal originalmente era na Porta della Carta, uma porta gótica do século XV. Passando por ela, atravessamos um pórtico até chegar ao Arco Foscari e ao pátio interno, onde se encontra a famosa obra do século XV, a Escadaria dos Gigantes, que é o lugar onde o doge era coroado.

Outras atrações nas redondezas

O Palácio Ducal possui um estilo gótico e está localizado no centro da cidade de Veneza, do lado da Basílica de São Marcos, um monumento bizantino que possui um balcão com vista completa para a Praça de São Marcos e para a Torre do Campanário, de onde é possível apreciar uma vista incrível de Veneza, sendo um dos monumentos mais encantadores da praça.

A poucos passos está localizada a Biblioteca Marciana, o Museu Arqueológico, o Museu Correr, a Torre do Relógio e a famosa Ponte dos Suspiros, de estilo barroco, construída no século XVII para acessar os subterrâneos do edifício.

Os Clientes com reservas este museu também reservado:

Informações Úteis

Horários de abertura

Aberto das 08h30 às 19h00 de 1 de Abril a 31 de Outubro

Aberto das 08h30 às 17h30 de 1 de Novembro a 31 de Março.

Fechado: dia de Ano Novo e dia de Natal

Endereço e Mapa

Piazza San Marco, 1 - Veneza

Ver mapa

Exposições

Exposições programadas dentro dos museus:

09/09/2017 – 03/01/2018 “Tesori dei Moghul e dei Maharaja: la Collezione Al Thani”

Acesse comodamente os museus, utilizando o nosso serviço de translado!
SERVIÇO DE TRANSLADO
SERVIÇO DE TRANSLADO
Reserva Agora