Biblioteca Marciana - Reservas on-line de bilhetes, visitas guiadas e visitas privadas - Biblioteca Marciana Veneza


Biblioteca Marciana

Bilhetes incluem entrada para o Palácio Ducal, Museu Correr e Museu Arqueólogico

Um pouco da história da Biblioteca Marciana

A Biblioteca Marciana, também conhecida como Biblioteca Sansoviana, nasceu graças ao patrocínio do cardeal Basílio Bessarion, que em 1468 doou a sua coleção de aproximadamente 750 códigos, e depois acrescentou outros 250 manuscritos e obras impressas.

Veneza aceitou o presente e começou a considerar um projeto de Francisco Petrarca, de um século antes, para fazer uma "biblioteca pública" em Veneza. O Estado do Vêneto se comprometeu em criar um edifício digno desta doação, mas não foi possível iniciar a construção da biblioteca até 1537, utilizando por fim o projeto de Jacopo Sansovino, que harmonizou o mais nobre estilo clássico renascentista com a pitoresca atmosfera veneziana.

Após a mudança da biblioteca para o novo edifício, teve início um período de doações e heranças. Este aumento foi principalmente devido à transferência das bibliotecas de alguns mosteiros, e a obrigação imposta às imprensas de entregar uma cópia de cada livro publicado, de acordo com a lei veneziana de 1603. Após a queda da República de Veneza, a biblioteca continuou a ser enriquecida como resultado das abolições de entes religiosos na época napoleônica, cujas bibliotecas foram transferidas à Biblioteca Marciana.

O que é a Biblioteca Marciana atualmente?

Atualmente, a Biblioteca Marciana depende do Ministério do Patrimônio e das Atividades Culturais e possui 1 milhão de volumes, 13 mil manuscritos e mais de 2.800 incunábulos. O edifício da Biblioteca Marcia é uma verdadeira obra de arte, pela decoração das suas salas, suas esculturas e tetos em caixotão. Esta biblioteca é rica em cultura grega, história de Veneza e edições venezianas, além disso, neste século foi reforçada com grandes doações. Atualmente encontra-se à disposição de estudiosos do mundo todo, e tem um importante papel na vida cultural da cidade de Veneza.

Curiosidades sobre a Biblioteca Marciana

Você sabia que os Quartos Monumentais da Biblioteca Marciana oferecem uma oportunidade de experimentar a beleza da antiga Biblioteca de São Marcos? Esta majestosa biblioteca possui uma escada extraordinária, um vestíbulo que posteriormente se tornou um santuário público e a sala principal utilizada pela biblioteca conta com uma rica doação composta por percurso histórico e artístico de grande interesse e valor. Além disso, atualmente o museu possui mostras e eventos.

Você sabia que a ideia de construir uma biblioteca pública em Veneza nasceu inicialmente durante a estadia de Francesco Petrarca na cidade dos canais? Em 1362, Petrarca decidiu doar os seus livros à República para que se tornassem parte do núcleo de uma coleção maior e que permanecesse disponível a estudiosos e amantes da literatura e da cultura.

Por que visitar a Biblioteca Marciana?

A Biblioteca Nacional Marciana é um dos museus que você não pode deixar de visitar em Veneza. A Biblioteca Nacional Marciana foi projetada por Jacopo Sansovino e foi construída e decorada para conservar os códigos gregos e latinos doados pelo cardeal Basílio Bessarion para a República de Veneza em 1468. Contém importantes manuscritos, como o Breviário Grimani, que data dos anos 500, o Mapa-múndi de Fra Mauro e algumas edições antigas, entre elas as do editor Aldo Manúcio. No primeiro andar encontra-se o Vestíbulo, cujo teto contém a pintura de Ticiano "La Sapienza" e a sala da Livraria, em cuja abóbada você poderá ver vinte e um retratos, pintados por sete pintores escolhidos por Ticiano e pelo próprio Sansovino: os mais famosos são os três de Paolo Veronese; nas paredes há retratos de filósofos, alguns deles de Veronese e Tintoretto.

Outras atrações nas redondezas

O Museu Correr, a Biblioteca Marciana e a Museu Arqueológico encontram-se na Praça de São Marcos nas Novas Procuradorias. Estes três museus fazem parte do mesmo grupo, portanto é possível visitá-los com um único ingresso.

No Museu Correr é possível apreciar a coleção do maior expoente da escultura neoclássica, Antonio Canova e também está exibida uma coleção de arte antiga que inclui importantes obras do século XVI veneziano.

O Museu Arqueológico originou-se com a coleção do Cardeal Domenico Grimani que, ao morrer, doou a sua coleção de objetos antigos à Sereníssima República de Veneza.

Os Clientes com reservas este museu também reservado:

Informações Úteis

Horários de abertura

Segunda-feira a Sexta-feira: das 08h00 às 19h00

Sábado: das 08h00 às 13h30.

Fechado: Domingo, 1 e 6 de Janeiro, 25 de Abril, 1 de Maio, 2 de Junho, 15 de Agosto, 1 e 21 Novembro, 8-25-26 de Dezembro

Endereço e Mapa

Piazza San Marco, 7 - Veneza

Ver mapa

Exposições

Exposições programadas dentro dos museus:

02/12/2017 – 31/01/2018 “Musico perfetto. Gioseffo Zarlino (1517-1590) La teoria musicale a stampa nel Cinquecento”

Acesse comodamente os museus, utilizando o nosso serviço de translado!
SERVIÇO DE TRANSLADO
SERVIÇO DE TRANSLADO
Reserva Agora