Museu Arqueólogico

Bilhetes incluem entrada para o Palácio Ducal, Museu Correr e Biblioteca Marciana

Um pouco da história do Museu Arqueológico

O Museu Arqueológico foi fundado em 1523 pelo cardeal Domenico Grimani, que deixou como herança para a República de Veneza um conjunto de esculturas antigas da sua coleção privada. A maioria destas obras provém de um vinhedo situado nas redondezas do Palácio do Quirinal, onde o cardinal construiu a sua própria casa.

O seu sobrinho, Giovanni Grimani se dedicou a partir de 1563 à expansão e à decoração das salas do edifício, com o objetivo de criar um cenário ideal para a exposição da sua coleção. Esta coleção foi colocada no primeiro andar do edifício e consistia em quase 200 esculturas gregas e romanas que foram exibidas no salão central. A coleção inclui esculturas romanas pertencentes à sua família, de mármore proveniente da área de Veneza continental e da costa da Ístria, bem como algumas esculturas antigas da Grécia. Em 1587, esta coleção foi doada para a República de Veneza e depois foi determinado que todos os mármores pertencentes a Grimani fossem colocados na antecâmara da Biblioteca Marciana.

Com a morte de Grimani, os senadores da República encomendaram o projeto e a configuração da coleção a Federico Contarini. Com o apoio do Conselho dos Dez e de alguns netos do patriarca, algumas esculturas forma abandonadas no edifício Grimani, enquanto outras foram transferidas ao "Santuário público". A decoração foi terminada em 1596 graças às doações do próprio Federico Contarini.

Ao longo dos anos, muitas doações enriqueceram a coleção e em 1811 algumas estátuas foram expostas no Palácio Ducal. Durante a Primeira Guerra Mundial as obras conservadas no Palácio Ducal foram transferidas à Florença até 1919 e em 1920 voltaram para Veneza. Durantes estes anos as “Novas Procuradorias” foram reestruturadas.

O que é o Museu Arqueológico atualmente?

O Museu Arqueológico Nacional de Veneza encontra-se ao lado do Museu Correr e da Biblioteca Marciana. Localizado na Praça de São Marcos, contém uma importante coleção de esculturas antigas, incluindo algumas notáveis esculturas gregas originais; há também cerâmicas, bronzes, gemas e moedas, além da coleção arqueológica deixada em depósito pelo Museu Cívico Correr, que também inclui algumas antiguidades egípcias e assírio-babilônicas. Pela sua própria formação, possui um forte caráter de colecionador, já que é constituído por obras reunidas desde o século XVI, por importantes famílias venezianas.

Curiosidades sobre o Museu Arqueológico

Você sabia que a recente doação Ligabue (1982) de bronzes anteriores à proto-história e outros objetos da região de Veneza, posteriormente enriqueceram o patrimônio do Museu Arqueológico Nacional? O Museu Arqueológico foi adicionado ao Tour Marciano, no qual estão incluídos o Museu Correr e os Quartos Monumentais da Biblioteca Marciana.

Por que visitar o Museu Arqueológico?

É um museu que conta a história de uma cidade de arte e de coleções doadas ao longo de anos. Não muito tempo atrás, entre 1923 e 1926, Carlo Anti organizou a exposição das obras do Museu Arqueológico, que depois foi enriquecida por Bruna Forlati entre 1949 e 1954 após a doação das coleções arqueológicas de Teodoro Correr em 1939. Em 1961, o museu foi mais enriquecido ainda após os acordos pós-guerra Itália-Iugoslávia, com coleções de cerâmicas, joias e vidros do Museu de S. Donato de Zadar.

Outras atrações nas redondezas

A poucos passos do Museu Arqueológico Nacional de Veneza, encontra-se o Palácio Ducal, antiga residência oficial dos Duques e sede do governo e do tribunal de justiça. O atual edifício do Palácio Ducal é uma reconstrução do século XIV e início do século XV, nela podemos ver claramente a combinação dos estilos gótico e bizantino. O edifício foi ampliado no século XVIII para receber as prisões que estavam do outro lado do canal, conectadas pela famosa Ponte dos Suspiros.

A Ponte dos Suspiros foi construída em estilo barroco no século XVII e dá acesso às prisões do palácio. Leva este nome porque era o percurso que os condenados à morte faziam e porque da sua janela podiam ver a Lagoa de Veneza pela última vez.

Os Clientes com reservas este museu também reservado:

Informações Úteis

Horários de abertura

Aberto das 10h00 às 19h00 de 1 de Abril a 31 de Outubro

Aberto das 10h00 às 17h00 de 1 de Novembro a 31 de Março.

Fechado: dia de Ano Novo e dia de Natal

Endereço e Mapa

Piazza San Marco, 52 - Veneza

Ver mapa

Exposições

Exposições programadas dentro dos museus: 24/05/2018 – 12/09/2018 “Arteologia. L'arte etica in dialogo fra passato e futuro”

Acesse comodamente os museus, utilizando o nosso serviço de translado!
SERVIÇO DE TRANSLADO
SERVIÇO DE TRANSLADO
Reserva Agora